Descubra-se

Autoconhecimento: o início do caminho para o seu sucesso

autoconhecimento

Quanto você se preocupa em se desenvolver como pessoa ou como profissional? Você tem ideia sobre o que é autoconhecimento?

Todos nós somos incrivelmente diferentes uns dos outros, tenho certeza que você sabe disso, mas digo isso por diversas razões de conduta, responsabilidades entre outros motivos. Neste texto vou citar o que em minha opinião trazem maiores diferenças nas pessoas que somos hoje e o que podemos fazer para sermos melhores.

O primeiro ponto talvez seja a aparência física, podemos ser gêmeos de alguém, que mesmo assim teremos infinitas particularidades nas nossas aparências que nos diferenciarão uns dos outros, pode ser uma cicatriz, uma mancha de nascença ou mesmo um corte de cabelo diferente. Entende que falar sobre aparência já temos um ponto onde mudamos com o tempo? Com isso chegamos ao segundo ponto de diferenciação.

O segundo ponto seria sobre a mentalidade, a forma como aprendemos a lidar com o mundo, o que vemos e aprendemos, damos importância ou não. Sendo assim podemos lidar de maneiras muito diferentes sobre cada aspecto de uma determinada situação, como por exemplo, lidar com a morte de um ente querido, como umas pessoas podem lidar tão bem e outras não mal? Talvez fosse pelo fato de como aquilo atingiu suas memórias, ou mesmo experiências subjetivas?

Por último seria a filosofia de vida. De fato a aparência física nos faz inclusos ou exclusos de certos meios sociais, seja porque somos jovens demais e não podemos participar de certas conversas de adultos ou mesmo no próprio meio onde temos a mesma faixa etária, como, por exemplo, na escola.

autoconhecimento

Além disso, a mentalidade será o outro ponto onde nos excluirão ou incluirão em certos meios sociais. Sendo assim ampliamos o saber de acordo com aquele meio.

Mas, onde entra então a filosofia de vida?

Esse é o ponto, experiências subjetivas. O fato é que além do mundo externo que nos trazem inúmeras experiências, o nosso inconsciente cria ainda uma infinidade ainda maior de experiências. Por isso que alguns lidam tão bem com dinheiro e outros não, uns lidam bem com relacionamentos e outros não.

As vezes, por algo que você ouviu falar, sua mente gravou aquilo, fez a sua própria crítica e jogou para o seu consciente como uma verdade, a partir de então você acredita naquilo e não critica. Sendo assim nos tornamos todos os dias pessoas muito diferentes de nós mesmos, não podemos dizer que somos as mesmas pessoas, estamos em constante mudança.

A estrutura da experiência subjetiva do ser humano é o que constitui a nossa filosofia de vida, lembrando que filosofia significa amor pela sabedoria, ou seja, a fonte de acreditarmos no que tomamos como verdade absoluta em uma determinada situação.

Imagine que um carro vermelho passe na sua frente agora mesmo. Qual foi o carro que você imaginou? O que ele representa para você? Será que as outras pessoas vão imaginar esse mesmo carro, e será que esse carro tem tanta importância assim pra elas como tem pra você?

A experiência de cada um é diferente, apenas em uma imaginação. Se o carro passasse de verdade na sua frente, provavelmente teria outra experiência. A grande questão é que podemos ter uma mesma experiência externa, que ainda sim teremos uma crítica interna diferente sobre o contexto.

Assim vamos criando nossa personalidade, de acordo com os estímulos externos e nossos filtros internos sobre o que gostamos ou não, e o que faz sentido ou não pra nós mesmos.

Já presenciou uma cena em que um pai precisa ir à escola do filho, onde o mesmo foi advertido pelo mal comportamento dentro da escola?

Chagando lá o pai escuta atentamente tudo o que os tutores de seu filho tem a dizer sobre suas malcriações e como tem sido difícil ministrar uma aula adequada a ele.

Após escutar tudo, o pai responde apenas com a seguinte frase:

“Não entendo onde foi que erramos, os irmãos dele foram excelentes alunos e o criamos da mesma maneira.”.

Essa é uma excelente maneira de contar uma história que te libera da responsabilidade.

Somos criados a dar respostas, existe uma pequena parcela das pessoas que fazem perguntas. Devemos esquecer um pouco as verdades absolutas que nos são impostas e abrir a mente para uma nova concepção sempre.

Digamos que as pessoas estão divididas entre os “respondedores” e os “perguntadores”, porém existem duas categorias de perguntadores, os “perguntadores negativos” e os “perguntadores positivos”.

– Respondedores, são aqueles que já têm uma resposta firme e correta sobre o assunto (segundo suas crenças, é claro). Essa pessoa provavelmente é uma pessoa intolerante e se acha certo acima de qualquer coisa, além disso, é uma pessoa que não aceita novas respostas e assim não aprende coisas novas.

– Perguntadores negativos, são aqueles que fazem perguntas sem esperar uma resposta que o faça crescer de alguma maneira. Como por exemplo: Por que as coisas ruins sempre acontecem comigo? Por que meu filho não se comporta bem?

Responder essas perguntas pode ser uma forma de encontrar meios de melhorar as coisas, mas às vezes elas apenas nos deixam mais pra baixo, pois a experiência subjetiva que estamos enviando ao nosso cérebro é que estou triste com a situação, que é algo muito ruim.

– Perguntadores positivos, se você quer ter sucesso na vida, você deve aprender a fazer essas perguntas mais vezes pra si mesmo. As perguntas positivas são aquelas que enviam uma mensagem ao seu cérebro dizendo que é uma nova maneira de ver as coisas, que você está esperando sair daquela situação melhor do que antes. Uma pergunta positiva seria algo como: Como posso influenciar positivamente no comportamento do meu filho? Como posso melhorar a minha situação financeira atual? O que posso fazer, que ainda não fiz, para melhorar na gestão da minha empresa.

Percebeu a diferença? Pergunte mais pra si mesmo, pergunte de maneira positiva e desenvolva uma nova filosofia de vida, onde o crescimento é constante. Tenha por perto pessoas que pensem de maneira positiva e que influenciem o seu comportamento para ser melhor. O autoconhecimento só é desenvolvido a partir da sua própria percepção e as perguntas são os melhores caminhos para esse desenvolvimento.

dúvidas sobre si, autoconhecimento

As perguntas positivas te ensinam mais sobre si mesmo e entender como você funciona é um algo crucial para aprender a lidar com seus filhos, sua esposa ou esposo, seu trabalho, no trânsito e até com suas crises existenciais.

O autoconhecimento é um processo que não tem fim, você nunca vai se conhecer completamente, mas você pode encontrar os caminhos que o seu EU trilha para criar suas experiências subjetivas.

Gostar de algo ou não, assim como suas reações diante de algo que te causa fobia, tem tudo a ver com a experiência que você tem no seu inconsciente. Assim como valores de certo ou errado, feio ou bonito. Tudo é subjetivo.

Na vida temos um eterno faça, aprenda e faça melhor. Temos feito isso em tudo ao nosso redor, aprendemos a lidar melhor com uma matéria na faculdade que não nos damos tão bem, com aquele serviço que não gostamos tanto. Mas é tudo uma questão de motivação e disciplina, o seu motivo por fazer o que faz deve ser forte o suficiente para ter disciplina em continuar buscando o seu melhor, e vou te contar um segredo: aprender a lidar consigo mesmo, suas emoções e razões pode ser a melhor maneira de conquistar o seu sucesso pessoal e profissional.

Agora eu pergunto: o que é SUCESSO pra você?

Para aprofundar um pouco mais no assunto sucesso, eu desenvolvi um outro texto pra você, leia também: Escolha – Quer ter sucesso? Seu futuro depende dessa escolha!

Você sabe como vai alcança-lo, ou apenas levanta da cama todos os dias com a doce ilusão de que um dia as coisas cairão do céu de presente pra você?

Esse post foi publicado no blog da Honoss, uma iniciativa de transformação pessoal e desenvolvimento de negócios. Acesse e siga o nosso perfil do facebook e no instagram, para acompanhar novidades e não esqueça de ler nossos outros textos feitos com todo empenho e estudo aprofundado para você, clique aqui.

Melhore sua qualidade de vida lendo o nosso post: 7 pontos importantes para você melhorar sua qualidade de vida

 

Wagner Souza – Palestrante, consultor de Negócios e gestão criativa; Professional e Personal Coach