Questione

Família: Relações saudáveis – Roteiro de viagem 2018 #7

Família

Chegamos ao tão esperado tema: qualidade de vida em família! 

Um dos pilares mais fortes no que diz respeito a relacionamentos. Provavelmente você trás consigo traços de personalidade forte dos familiares mais próximos como pais e irmãos. Assim como estes traços de personalidade, provavelmente, muitas das crenças deles também.

Até que ponto você é um influenciador ou um influenciado?

Aqui, vamos entender a harmonia que existe entre os membros, à afetividade, ao toque e validação. Vamos analisar também a capacidade de entender o contexto quando não é agradável, mas também a arte de perdoar.  

Mas, lembre-se, cabe a você avaliar e validar tudo isso. Vou colocar alguns tópicos importantes, mas não quer dizer que toda família seja assim. É apenas uma maneira de contextualizar para uma avaliação de forma distante.

Harmonia em família

Viver em harmonia não é tão difícil quando você entende, conhece e respeita as opiniões contrárias.

Provavelmente se tem uma relação harmoniosa com sua família, pode ter descoberto esse grande segredo; respeitar a opinião do outro é fundamental para a construção de uma personalidade pacífica; capaz de criticar (positivamente) todas as experiências que seus relacionamentos familiares trazem a você. 

Nossos pais, irmãos, tios, primos etc. São importantíssimos na composição da nossa carga emocional. São eles os primeiros a nos dar um norte de como a vida se desenrola, além dos muros familiares. Nos levam para lugares que não conhecemos, com opiniões que não temos e muito em breve teremos nosso próprio caminho.

Esse caminho que começamos a trilhar pós família nos leva àquela família que escolhemos, os amigos.

“A verdadeira felicidade está na própria casa, entre as alegrias da família.” – Léon Tolstoi

É fato que todos nós temos opiniões diferentes, e claro, sempre teremos alguém que não concorda com as nossas escolhas. Mas, até que ponto podemos dar importância a isso?

Família, tem como trocar?

A família, com certeza nos influencia muito. Na maioria das estruturas familiares temos tios ou primos que mais se parecem irmãos, mas também tem aqueles que só existem para criticar. E é incrível como as pessoas sempre têm alguma coisa pra falar, não é mesmo?

A realidade é que não é uma questão de poder trocar de família, mas sim, trocar suas atitudes com relação a eles. Dar razão a esses comentários e deixar que eles influenciem, é pedir por uma vida de muitos aborrecimentos.

Precisamos desenvolver nossa inteligência emocional. Compreender nossas próprias emoções, atitudes e claro, reações diante de uma situação específica; saber como lidar com um comentário maldoso, ou mesmo uma atitude que nos agride de alguma maneira.

Clique aqui para testar sua Inteligência Emocional

Outro ponto interessante é que dependendo de como você se porta com relação aos familiares mais “pelinha” vai mudar toda essa estrutura familiar. Mas, é importante entender que está tudo bem. A pessoa que mais importa em estar bem é você mesmo, em segundo lugar são os outros.

Família – autoavaliação

Crie laços de verdadeira amizade, por mais que alguém diga ou faça algo de ruim com você, entenda que o momento dessa pessoa é outro. Ela viveu experiências diferentes de você, por isso pensa e age diferente; não significa, porém, que você esteja certo em tudo, critique a si mesmo, descubra o porque de suas reações.

E o mais importante: perdoe.

Agora que temos alguns conceitos formados sobre o que seria essa área na sua vida, vamos tentar avaliar?

 


Para trabalhar toda a Roda da Vida, acesse: Como avaliar e mudar a sua vida – Roteiro de viagem 2018

Como estamos com a nossa roda da vida em mãos, chegou o momento de pensar um pouco mais em nossas ações. Tente imaginar, rebuscar, os momentos mais importantes que viveu nessa área da vida. 

Não se preocupe com o tempo que vai demorar nesse exercício, apenas seja sincero consigo mesmo e depois dê uma nota de 0 a 10, marcando no exercício da melhor maneira que achar. 

É importante que você crie atividades ou tarefas que auxiliem na manutenção da note que está hoje, no aumento ou mesmo na redução. Claro, tudo isso você deve fazer de acordo com o que achar interessante para os seus objetivos.

Qualquer dúvida, por favor nos chame nos comentários abaixo. Estaremos prontos para te ajudar.

Wagner Souza – Co-Idealizador do projeto Honoss.

Conheça mais sobre nossas oficinas que proporcionam experiências para ressignificar vidas e negócios.Participe desse movimento de desenvolvimento clicando aqui! Acompanhe também o nosso facebook e Instagram para saber mais sobre nosso trabalho e venha conosco!