Questione

Disfarçadas como verdades – Quais são suas maiores mentiras?

Mentiras e Verdades

Estamos quase sempre falando sobre aquelas verdades que acreditamos, que nada mais são do que mentiras disfarçadas.

Falamos tanto sobre as influências, mas poucas vezes falamos sobre a nossa responsabilidade de acreditar ou não. Precisamos desenvolver a capacidade de criticar aquilo que nos “bate à porta da consciência”.

Infelizmente, muitas vezes, dentro da nossa própria lógica de raciocínio fazemos uma ligação entre as nossas memórias e significados, criamos mentiras para nós mesmos para explicar o que não entendemos.

“Como um anjo caído, fiz questão de esquecer
Que mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira.” Quase sem querer – Legião Urbana

Se você acompanha nossos vídeos, artigos e materiais, sabe que a Honoss tem uma missão de despertar a consciência das pessoas, uma missão de ressignificar vidas e negócios.

Por isso, sabe também que inteligência emocional é um tema bastante discutido aqui. E, para não sermos prolixos, vou indicar algumas leituras complementares sobre o tema para que possa entender melhor o que trataremos aqui.

Beleza! Alinhados com os temas relevantes à nossa leitura, vamos prosseguir.

Esse será um artigo com algumas citações e indicações, espero que aproveite. E já sabe, comente abaixo para discutirmos. ;D

Mentiras Disfarçadas de Verdades

Estamos a todo momento criando estas “verdades” como desculpas que são o melhor para a ocasião, ou para explicar o que talvez não seja explicável.

Podemos notar esse tipo de mentira disfarçada até na forma como vemos pais tratar seus filhos, contando mentiras para fazer um “bem” a eles. Mas, será que essa não seria uma atitude egoísta dos pais? Pois assim não precisa lidar com uma pergunta desconcertante, por exemplo.

Do mesmo modo podemos dizer sobre aquele rapaz apaixonado que estava indo de contro à sua amada, mas no meio do caminho parou para conversar com uma amiga. Poderíamos dizer que isso não tem nada demais, mas ele insiste em omitir essa parte na história e isso causa um efeito contrário ao que ele queria.

Entende que a todo momento estamos criando “pequenas e inofensivas” mentiras?

  • Para proteger as pessoas ao nosso redor
  • Para proteger a nós mesmos
  • Para sair de situações socialmente desconfortáveis
  • Para não passarmos vergonha
  • Para mantermos nossa privacidade
  • Ou mesmo para exercer poder sobre os outros

Todas razões para mentir podem surgir tanto de um pensamento bom, quanto ruim, depende apenas do contexto.

Quem fez um estudo minucioso sobre o tema foi o Psicólogo, Antropólogo, Sociólogo, Escritor de não Ficção e Professor Universitário, Paul Ekman.

Paul Ekman foi pioneiro nas pesquisas que relacionam a linguagem das Emoções. A mentira, é apenas uma das nossas várias formas de lidar com nossas emoções, mas o interessante é que muitas vezes “a verdade está estampada em nossos rostos”.

Detector de Mentiras Humano

Em um seriado chamado Lie To Me, conta uma história semelhante a do Dr. Ekman.

A série traz as investigações de uma equipe formada por especialistas em detectar mentiras. As mínimas expressões e gestos são interpretados por esses cientistas do comportamento, que prestam seus serviços para diversas entidades, como o FBI, a polícia, empresas particulares ou mesmo pessoas que estejam dispostas a descobrir a verdade que alguém pode estar escondendo.

Assim como na série, a história de como se iniciaram os estudos nessa área se assemelham bastante. Paul Ekman é consultor da série.

Assistindo o seriado fiquei pensando: “deve ser estranho ter uma pessoa como essa do seu lado”. Afinal, quantas vezes você mente por dia?

Quantas emoções você reprime e quais são elas?

Mas a pergunta chave é: Quantas vezes você mente para si mesmo?

Mentir Para Si Mesmo é Sempre a Pior Mentira

Como mencionei ali em cima, nossas mentiras geralmente têm uma razão muito clara.

Já falei também como essas mentiras podem destruir/construir a vida de uma pessoa, criando conceitos deturpados ou mesmo preconceitos em cima de uma mentira vendida como verdade.

Mas, o que ainda não falei é o quanto suas mentiras afetam a você mesmo. Mesmo antes de sair da sua boca ou dos seus gestos. 

As vezes, contamos uma mentira para nós mesmos justificando um fracasso. Mas, não nos damos conta de que isso se torna uma grande barreira. Por exemplo:

Existem dois competidores, pilotos de corrida. Os dois estão lado a lado na linha de largada, possuem habilidades semelhantes no volante e seus carros possuem a mesma tecnologia.

Porém, um deles, vamos chamar de Piloto N° 1 está pensando em alguns problemas em casa (enquanto acelera o carro), depois de uma discussão com a esposa e consequentemente um treino ruim. O nosso outro competidor, o Piloto N° 2, teve um dia incrível! Passou uma semana de vitórias, fez um excelente treino e se sente muito feliz, enquanto acelera o carro consegue se imaginar levantando o troféu.

Agora, faço então a seguinte pergunta:

Qual dos dois tem a maior chance de ganhar essa corrida? Responda nos comentários abaixo.

Acreditar é metade do caminho

Vemos hoje em dia muitas pessoas com desilusões amorosas, nos empregos ou mesmo em suas relações familiares.

Gostaria que você imaginasse uma dessas pessoas que existe em sua vida e tente pensar nas verdades que essa pessoa acredita. Tenho certeza que ela já deve ter dito algumas coisas a você.

Relacionando com a pergunta anterior. Por que você acredita que as coisas não dão certa para essa pessoa?

Falamos em um outro artigo sobre o poder que o seu corpo tem de influenciar seus pensamentos e suas emoções. Sugiro que leia e compartilhe com essa pessoa, tenho certeza que vai ajudar: 

Fisiologia – A postura que determina o campeão.

Muitas vezes relacionamos a fé com alguns milagres que nos acontecem. Estou aqui para dizer que o milagre é você!

Seja uma dor que sente, um desejo para o seu futuro profissional, não sei, o que sei é que todos os nossos desejos podem se tornar realidade. 

Quando acreditamos em algo firmemente, nosso corpo começa a trabalhar para que aconteça. Se você acredita que pode, então você pode!

Um grande exemplo disso é o efeito placebo. Sua mente pode ser uma poderosa ferramenta de cura, quando é dada uma chance à ela. A ideia de que seu cérebro pode convencer seu corpo de que um tratamento falso é algo real, e assim, estimular a cura, é chamado de efeito placebo. E ele tem sido cada vez mais usado!

Concluindo entre verdades e mentiras

Nem todas as mentiras são ruins, tanto para os outros, como para você mesmo. 

Mas, entender que essas verdades/mentiras têm um significado que nos movem, com certeza vai dar a você  uma outra forma de lidar com a vida, uma capacidade impar de se tornar aquele que quer ser.

E se você, assim como eu acredita que podemos sempre sermos pessoas melhores, ampliar nossa capacidade de inteligência emocional e construir pontes e âncoras que nos levarão ao sucesso, sugiro que participe da próxima oficina Seja o Seu Caminho. Essa pode ser a chance que você procurava para ressignificar sua vida. 

Então, gostou do artigo? Coloque nos comentários abaixo suas visões de futuro, quem é a pessoa que quer ser e claro… Quem vai ganhar a disputa entre os dois pilotos?

Coloque suas dúvidas que ajudaremos a montar essa avaliação.

Wagner Souza – Co-Idealizador do projeto Honoss.

Conheça mais sobre nossas oficinas que proporcionam experiências para ressignificar vidas e negócios.Participe desse movimento de desenvolvimento clicando aqui! Acompanhe também o nosso facebook e Instagram para saber mais sobre nosso trabalho e venha conosco!