Descubra-se

Vênia aos Loucos: Você sabe a sua própria resposta?

Olá! Segue um texto um pouco diferente para você que, por estar aqui, sei que é alguém que pensa diferente e busca o novo!. Então seja um dos Loucos e comece uma revolução dentro de si!

 

“Para todos aqueles que desejam mudanças, que amam ou já amaram esse mundo alguma vez e tiveram a oportunidade de viver nele com aqueles que ama.”

Sempre existiu em diversos lugares e pontos da nossa história contos, conversas, lendas, olhares, emoções, ideias e ideais relacionados a certas pessoas… Pessoas que parecem comuns, ou na verdade não, e enxergam além do óbvio, que pensam diferente, que olham uma situação por outro ângulo e questionam. Elas que ao invés de dar um passo, preferem saltar.

São os denominados loucos por outras pessoas que não entendem como eles podem pensar da forma que pensam ou não compreendem a forma como veem o mundo, afinal, devem ter um parafuso solto. Mas será? É possível ver que existem aqueles que dançam com alegria a música que soa em suas mentes e guia seus corações e outros que taxam estes de loucos por não conseguirem ouvir a mesma canção.

Parece que me identifico com os loucos, será que sou um deles? E você? Consegue ouvir e sentir alguma melodia arrepiar o seu corpo?

Como um famoso escritor disse com suas sábias palavras, eu gosto mesmo é dos loucos, os loucos por viver, por falar, para serem salvos e que desejam tudo ao mesmo tempo. Eles não bocejam ou dizem coisas comuns, pois eles queimam como fogos de artifício explodindo como constelações.

Será que sou um deles? Talvez. E você?

De forma preocupada você pode até vir a perguntar-me: – Bom, então se for assim eu sou louco? E isso é bom? E eu como um chapeleiro maluco responderia: – Vou lhe contar um segredo, as melhores pessoas são… Então não se preocupe.

Qual é o problema de acreditar e lutar por um ideal, um sonho, uma verdade? Será que seremos insanos por questionarmos a mesmice e os “enlatados” ruins que nos obrigam a engolir e ainda nos pedem para agradecer? Por dizer que existem opções? Que podemos mais?

Eu posso e você também pode ir além de ser um simples sujeito normal que sempre faz tudo igual, e por isso falo para você a pleno pulmões a frase que aprendi com um excêntrico cantor: “A arte de ser louco é jamais cometer a loucura de ser um sujeito normal.”

Me diga: Qual canção você escuta? Ela vale a pena?

Pense, reflita, ouça, leia com atenção e sempre aprenda, extraia o que for melhor, crie suas próprias palavras… E siga-as. Marque seus passos com vontade e certeza na areia e seja sempre o seu próprio caminho. Faça o que ainda não fez.

Como você está aqui comigo, podemos ir juntos gritar o que somos e o que queremos para os quatro cantos do mundo ouvirem, acompanhado de um belo fodas “estou nem aí” para quem quiser nos julgar, pois, talvez até já tenha ouvido essas palavras que irei dizer agora, este texto é para os desajustados… Sim, isso mesmo… Para aqueles que parecem que não se encaixam e que são loucos o bastante para acharem para terem certeza que podem mudar o mundo, pois são estes que realmente mudam tudo.

O que acha disso? É possível mudar? Se acreditarmos nisso somos loucos?

– Nossa! – Você pode vir a me dizer – Quantos questionamentos! – Mas loucos são assim mesmo, eles não se satisfazem tão fácil, questionam e vão além do explícito, do notório, do perceptível, do óbvio.

Já sabe a resposta? É possível mudar?

Esses loucos sabem que para quem tem pensamento forte o impossível é só questão de opinião. Disso eles com certeza sabem. E na verdade eu sei disso também… Sou louco por isso?

Que ótimo! Então eu já tenho a minha resposta. E agora… Qual é a sua?

Grande Abraço!

Leonardo Cruz – Coach de Liderança, pessoal e profissional; Gestor de Projetos e Negócios; Programador em Pnl;  Empreendedor e entusiasta da Filosofia

 

Quer aprender a Ressignificar os seus passos e estar mais próximo dos seus sonhos ? Seja um louco junto com a gente e leia: 5 motivos para você participar da oficina Seja o Seu Caminho

Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook e Instagram, e conheça mais sobre nossa oficinas!

* Referências usadas: Jump Ahead – Microsoft; Nietzsche; Pé na Estrada – Jack Kerouac; Alice no País das Maravilhas; Raul Seixas; Isso e para os Loucos – Apple; Só os loucos sabem – Charlie Brown Jr.